ESCALADO! “EXPERIENTE” MATHEUS CUNHA LIDERA O FLAMENGO QUE ENCARA O NOVA IGUAÇU

No próximo dia 27, o Flamengo encara a Portuguesa em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Carioca. O confronto, aliás, deve proporcionar o reencontro entre o rubro-negro carioca com Hernane Brocador, atual jogador do time da Zona Norte do Rio de Janeiro. Em entrevista recente ao jornal O Globo, o atacante disse que faria sucesso no time atual do Fla e que vai comemorar caso marque gol em cima do ex-time.

O elenco do Flamengo mudou completamente desde a época em que Hernane defendeu as cores rubro-negras. Enquanto hoje o Maior do Rio conta com o plantel mais caro da América do Sul, na década passada isso estava longe de ser realidade. Perguntado se teria vaga com Tite no atual time, o atacante garantiu que sim e ainda projetou quantos gols marcaria.

“Para ser ousado, vou falar igual ao (ex-meio-campsita) Carlos Alberto: ia ter que sair alguém (risos)”, divertiu-se.

“Uns 50 (gols)”, disse Brocador, campeão e artilheiro da Copa do Brasil de 2013 pelo Flamengo.

Não satisfeito, Hernane ainda afirmou que irá comemorar caso balance as redes no jogo contra o Fla, mas ressaltou que o fará ”com respeito”.

“Creio que sim (vou comemorar), porque estou defendendo outra camisa. Mas com respeito ao clube e ao torcedor por tudo o que conquistei lá”, disse o artilheiro, que mesmo longe do Flamengo manteve o carinho da torcida.

“O dia-a-dia fala muito. Até hoje, torcedores me chamam de ídolo, me pedem para voltar nas redes sociais. Esse carinho é uma forma de retribuir tudo o que fiz pelo clube. Costumo falar que fiz muito com tão pouco… Fui para o Flamengo numa época em que o clube estava começando a se reestruturar, e ganhamos um campeonato com um time totalmente desacreditado”, comentou.

Hernane Brocador rebateu fala recente de Tite e afastou chances de aposentadoria

Ainda durante a entrevista, Hernane discordou das aspas recentes de Tite, em que o técnico disse acreditar que o Campeonato Carioca é o Estadual mais forte do país.

“Acho que ele quis falar dos quatro grandes, que vêm se reforçando. Já joguei o Paulista, e ele, na minha visão, é o mais forte, porque as equipes investem, pagam bem e têm folhas muito altas”, opinou.

Aos 37 anos, Hernane Brocador também foi questionado sobre a possibilidade de se aposentar do futebol. No entanto, o jogador garantiu que ainda tem muito gás em seu tanque.

“Ainda está longe, pelos meus cálculos. Quero jogar mais uns dois anos. Se o telefone continuar tocando, a gente vai, né?”, disse o atacante, de bom humor

”Enquanto o corpo estiver aguentando… Nunca tive problema com peso, a genética é boa (risos). Vai ser muito difícil sair do futebol. Vou aproveitar que estou no Rio para fazer algum curso. De gestor, por exemplo. Acho que tenho esse perfil. Vou estudar e analisar nesses próximos dois anos o que pode ser válido para o meu pós-carreira”, finalizou.